Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Atitude’ Category

Uma iniciativa vinda de Novo Hamburgo – RS: tábuas feitas a partir de sacos plásticos que nós comumente utilizamos para embalar alimentos.

Anúncios

Read Full Post »

Se você tem metas…

“Se você tem metas para 1 ano, plante arroz.
Se você tem metas para 10 anos, plante uma árvore.
Se você tem metas para 100 anos, então eduque uma criança.
Se você tem metas para 1000 anos, então preserve o meio ambiente.”

Confúcio

 

Read Full Post »

Muitos de vocês devem conhecer a Sea Shepherd Conservation Society, certo?
Bom, aqui no Brasil existe uma filial, que é independente da matriz. É o Instituto Sea Shepherd Brasil.
Para conhecer melhor cada um, só clicar nos respectivos nomes e vai direto pro site deles 🙂

Mas este post é pra falar sobre a série Whale Wars, que inclusive já comentei aqui no blog.


Recentemente acabou a 3ª temporada, que passava toda sexta feira na TV americana, e, já no sábado pela manhã, estava disponível para download em vários sites.
Não tenham dúvida que sou totalmente a favor que comprem os dvd’s da série. Eu mesmo estou tentando, através o ISSB, conseguir este material.
Porém, enquanto não consigo (ou não conseguimos, né, porque deve ter mais gente na mesma situação), vou por outro caminho.

Neste link aqui, vocês caem direto numa busca pelos episódios num site de torrent, e os mais ativos são os da 3ª temporada.
Para baixar, você deve ter algum programa que baixe por torrent, como o Bitcomet e uTorrent (para PC) ou Transmission e Vuze (para MAC).

Precisando de ajuda, mande email: projetoprea@gmail.com 🙂

Read Full Post »

Papelão, garrafas PET e lona.
Esses 3 materiais (a garrafa não é um material, mas fica sendo agora) estão chamando muito minha atenção ultimamente.

Já tinha visto vários trabalhos com tais materiais, em sua maioria, reutilizados. Carteira de lona, móveis de papelão, artesanato com garrafas, etc.
Os que estão mais me chamando a atenção são os feitos com papelão, por isso decidi tentar fazer uns aqui em casa 🙂

O primeiro que tentei (estou tentando ainda) é fazer casinhas para cães. Se você buscar, vai encontrar alguns exemplos. Peguei o mais fácil e tentei fazer por aqui. Tudo bem que a maioria faz e vende, mas não entendo bem isso. Esse tipo de projeto me parece muito mais popular e de fácil acesso. Por isso acredito que os criadores do projeto não irão achar ruim se as pessoas replicarem tal ideia, com o propósito de ajudar animais que necessitam.
Eu mesmo conheço “cachorreiras” que tem mais de 30 animais em casa e não é na melhor das condições, pois falta dinheiro. Vontade sobra.

Bom, esta é a primeira tentativa de fazer a casinha.

Notaram que é miniatura, né? Fiz assim pra não perder o papelão, caso fizesse besteira, mas deu tudo certo! 😀
Usei uma caixa de papelão que uma amiga encontrou na rua.
No começo é até complicadinho de fazer, pois tem que ficar medindo bastante, mas depois fica tranquilo.

A casinha é feita de 2 partes:
(antes de cortar o papelão, eu tive que desenhar pra me situar, claro)

parte de cima (telhado)

parte de baixo (base)

nesta foto, o pedaço de papelão de cima corresponde a base, e o pedaço de baixo, ao telhado.

Eu nem fiz um tutorial ainda, porque explicar é complicado. É mais fácil (acreditem) olhando as imagens.
Foi a primeira tentativa. A próxima será uma casinha de um tamanho pra cachorro mesmo, e não essa pra hamster que acabou saindo.

Espero que sirva de estímulo para que novos projetos similares sejam desenvolvidos.
Gostaria muito de ver ideias parecidas saindo lá do curso de Design da Ufes, onde estudo.
Fica a dica. 😉

Read Full Post »

A IDEO, um reconhecido escritório de design e inovação, junto com a Bill & Melinda Gates Foundation, lançou o kit Human Centered Design (Design Centrado no Ser Humano).

O kit oferece ferramentas estratégicas e diversas técnicas que colaboram para a melhoria da vida de milhares de pessoas. Foi adaptado para uso de organizações não governamentais que trabalham com comunidades locais em países em desenvolvimento, e que, usando a essência do design thinking, busca por micro inovações e soluções novas para essas áreas, incluindo produtos, serviços, ambientes, organizações e modos de interação.

O processo Centrado no Ser Humano tem 3 fases, sendo a primeira fase chamada de Ouvir, onde examinos as necessidades, desejos e comportamentos das pessoas que estão ou estarão envolvidas com o processo/resultado e terão suas vidas influenciadas. Depois, a fase Criar, onde veremos o que é possível tecnicamente, quais são as ideias e oportunidades; saindo do concreto, indo para o abstrato para, mais tarde, voltar ao concreto. A terceira fase, chamada de Implementar, abordará estimativas de capacitação e planejamento, custos, receitas.

Essa foi só uma pequenina introdução, baseado no que está escrito no próprio material.
O site para o kit é este > Human Centered Design Toolkit
No lado esquerdo, no “meio” do site, você pode baixar em português o kit, além de poder comprar o material impresso (caso seja realmente necessário, já que o PDF é ótimo).

Caso não consiga baixar o arquivo, nos avise que podemos te explicar ou passar por email 🙂

*as imagens usadas nesse post foram retiradas do próprio material fornecido no site

Read Full Post »

Como projeto final para a conclusão do curso de Design, Andrew Kim desenvolveu um novo modelo para as garrafas da marca Coca-Cola.


O projeto é norteado pela eficiência para a reciclagem do material que, neste novo formato, pode ser comprensada, aumentando a capacidade de armazenamento, facilidade de descarte e, quem sabe, estimulando a reciclagem.

fonte: dabs design

Read Full Post »

Cho Hye-Seung deu uma nova utilidade  à tampa de um embalagem de iogurte: colher.

Eu já tinha pensado a respeito, já que uma vez meu pai me contou que, quando ele era peão de obra, fazia da tampa da marmita a colher.
Mas não lembro de nada assim no mercado. Agora temos que levar em consideração a higiene do local onde será exposto o produto (mesmo com a película de proteção), já que depois a tampa vai entrar em contato com o alimento, com nossa boca.


Fica a dica para o desenvolvimento de novos produtos, pautados na reutilização de material 🙂

fonte: design on the rock

Read Full Post »

Older Posts »