Feeds:
Posts
Comentários

Archive for outubro \28\UTC 2008

É isso aí galera!
Como vocês sabem, adesivinho novo significa viagem \o/
Estou indo hoje para Pirenópolis/GO, para o 4º RDesign CO/MG, que vai de 30/10 até 2/11.
O PREA não está oficialmente no evento. Estou indo como monitor, mas como é difícil separar, o PREA vai juntinho 🙂
A Stella também vai, então provavelmente o blog ficará ‘pausado’ durante esses dias.
Mas isso não significa que não tenha nada pra fazer aqui! Duvido que você já tenha visto o blog todo 😛

Pra saber sobre a cidade, só clicar aqui.

Até a volta, galera!
Volto com fotos e novidades para o blog 😉

Anúncios

Read Full Post »

Cão salva gatinhos rescém nascidos de um incêndio em  Melbourne, Austrália.

Veja o video AQUI


Read Full Post »

Clique na imagem acima para visualizar a apresentação.

Read Full Post »

Ecovilas são comunidades urbanas ou rurais de pessoas que tem a intenção de integrar uma vida social harmonica a um estilo de vida sustentável. Para alcançar este objetivo, as ecovilas integram muitas ferramentas e práticas como:

1. produção local e orgânica de alimentos;

2. utilização de sistemas de energias renováveis;

3. utilização de material de baixo impacto ambiental nas construções (bioconstrução ou Arquitetura sustentável);

4. criação de esquemas de apoio social e familiar;

5. diversidade cultural e espiritual;

6. governança circular, incluindo experiência com novos processos de tomada de decisão e consenso;

7. economia solidária;

8. educação transdisciplinar;

9. saúde integral;

10. comunicação global.

Neste contexto as ecovilas surgem como modelos alternativos ao padrão insustentável das sociedades modernas, incorporando os antigos conhecimentos com a moderna ciência e filosofia. De acordo com um número crescente de cientistas, teremos que aprender a viver de forma sustentável, se quisermos sobreviver como espécie. Os modelos de sustentabilidade desenvolvidos ao longo de mais de 40 anos pelas milhares de ecovilas ao redor do mundo formam um grande banco de dados de soluções aos atuais problemas da humanidade e fonte de riquíssimas experiências que podem ajudar a reconectar as pessoas à Terra numa forma que permite o bem estar de todas as formas de vida e futuras gerações.

fonte: ajudando a natureza

Read Full Post »

Cheguei no estágio hoje e um companheiro de trabalho já veio todo contente me falar se eu conhecia o moleco.
“Moleco? Comassim?”
“Rapaz, entra aí! É irado!. Digita aí: www.moleco.com.br



De fato, é muito bom mesmo.
Moleco, o caderno de bolso (sketch book) ecológico, é fabricado a partir de material reciclado e totalmente reciclável.
ATUALIZANDO: cada um custa R$20,00. Tem como comprar uma caixa com 25, saindo a R$15,00 cada.

E minha opinião ainda é (sem desmerecer o excelente trabalho do moleco, claro): façam os seus próprios caderninhos. É muito mais divertido, ‘terapêutico’, fica do jeito que você quer, e dá pra gastar bem menos. Só seguir o tutorial aqui.
Uma boa dica pra quem não tiver com muita paciência de fazer seu próprio caderninho 😉

Read Full Post »

Diretamente do CRONICATO, feito por Rogério Rothje, redator de uma agência em São Paulo e que escreve para dois sites (Cosmo e Vida Vegetariana).

Para começar a semana pensando melhor 😉

Read Full Post »

O Supremo Tribunal Federal – STF está julgando uma ação sobre a legalidade da caça amadora no país e solicitou ao Ibama um parecer. O único estado que tem a atividade regulamentada é o Rio Grande do Sul, mas a caça está proibida de ser realizada desde 2005. Atualmente, os únicos tipos de caça permitidos são a de controle e a científica, mas somente podem ser realizadas após estudos sobre sua necessidade e com o dimensionamento dos respectivos impactos para as espécies.

De um lado, os defensores da caça amadorista alegam que as áreas utilizadas para a atividade são uma alternativa de uso sustentado à expansão agrícola e que o dinheiro arrecadado pelas associações são utilizados, também, como apoio na proteção a áreas de planos de manejo e de unidades de conservação.

Aqueles que são contrários à caça amadora alegam que a prática é cruel, que há suspeita de poluição ambiental, pois há emissão irregular de chumbo na biosfera, que faltam estudos e que a atividade não tem uma finalidade social relevante que a legitime.

Neste contexto, o Ibama quer saber a sua opinião sobre a caça amadora. Você é contra ou a favor a manutenção da atividade no Brasil?

Nós do PREA somos TOTALMENTE contra.
A explicação: o direito à vida não é uma exclusividade da espécie humana.

Clique aqui e vote.

Read Full Post »

Older Posts »