Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \31\UTC 2008

Vamos ler, gente? 😉

Hoje vou postar um artigo de Caco de Paula publicado na revista Vida Simples e no Planeta Sustentável, este último um excelente site que fala sobre ambiente, energia, casa, cidade, lixo, desenvolvimento, saúde, educação, cultura e atitude (exatamente nessa ordem).

Demorou!
Por que nos esquecemos sempre de que o futuro a gente faz agora?

Nunca participei de tantas reuniões quanto agora. Mas há uma em especial de que gosto muito. Participo de um grupo que conversa sobre sustentabilidade e propõe ações de comunicação.

Partimos de uma idéia simples: ambiente, economia e sociedade são interdependentes, causam e sofrem impactos e devem ser considerados também a médio e longo prazos. Numa dessas reuniões, redigimos títulos, que ocupariam buttons e manifestos. O futuro a gente faz agora, diz um dos slogans.

Talvez, de tão trivial, essa fosse uma daquelas verdades que nem precisassem ser lembradas. Talvez não se deva dizer idéias tão óbvias como “cada efeito corresponde a uma causa”. Mas, observando como nós somos negligentes diante dessa formulação básica, talvez faça sentido lembrar o óbvio, sim.

Por exemplo, que o abuso dos recursos naturais e o modo como produzimos lixo hoje terão conseqüências para a natureza, a sociedade e a economia, agora e no futuro. Alguém já definiu esse tipo de consciência como “solidariedade para com os descendentes”. Mas poucos pensam para além de seu próprio período de existência.

Sucumbimos em um torvelinho do cotidiano que parece nos dar todas as falsas justificativas por não termos tempo de ver os filhos crescer, plantar árvores ou ser gentis. Não temos tempo para o presente e, ainda assim, parecemos tão despreocupados com o futuro. Não se trata de pensar só no presente ou só no futuro, mas de pensar no presente e no futuro.

Nestes dias em que as decisões submetem-se ao imediatismo que nos deixa devedores com o amanhã, é mais que necessário instruir as ações com visão de futuro, considerando seus efeitos para nós mesmos, nossos filhos e netos e também para os netos dos netos deles. O texto do button foi uma forma de dizer isso de maneira sintética. Há outras.

Uma de minhas preferidas é uma breve cena ocorrida 200 anos atrás, recontada aqui pelo amigo e mestre José Roberto Guzzo, autor, do começo ao fim, desta história sobre o agora e o futuro.

Certo dia de grande calor, marchando com o exército pelo interior da França, Napoleão chamou seus generais e disse:
– A tropa se cansa muito com esse calor. Se marchar à sombra, vai cansar menos. E cansando menos vai marchar mais depressa.
– Claro, mas o problema é como fazer a sombra, comentou um dos generais.
– Não há problema nenhum. Basta plantar árvores à beira das estradas.
– Árvores? Mas em quais estradas?
– Em todas.
– Todas?
– Sim, porque a gente não pode saber em quais estradas vamos ter de marchar.
– Mas vai levar uma enormidade de tempo.
– É exatamente por isso que temos de começar hoje.
Diz a lenda que vem daí a lenda segundo a qual as estradas arborizadas do interior da França foram obra do Corso. Hoje quase não existem mais, porque atrapalhavam os carros, mas já existiram. Eu mesmo vi.

E pra completar, aqui vai um vídeo, também deste site: Eco-chato: ser ou não ser?

Anúncios

Read Full Post »

Andar de bicicleta já não é apenas um hobby. Na verdade acaba se tornando, afinal, não há como negar que é bom demais pedalar uma magrela, né?
Mas muita gente, pensando no meio ambiente, adotou este hábito. Falta de estímulo não existe mais.
E que tal ganhar descontos ou presentes por pedalar, em vez de usar um carro?
Uma organização norte-americana chamada Bicycle Benefits desenvolveu um programa que faz exatamente isso.


Os estabelecimentos que apóiam a causa e querem estimular o uso das bicicletas se cadastram na instituição e ganham um adesivo para colocar na porta do lugar. Os ciclistas compram também adesivos para se colocar nos capacetes – só pode nos capacetes – e, quando chegam a esse estabelecimento cadastrado, ganham um desconto ou um presente.
Todos saem ganhando: as empresas, que são vistas de outra forma, aumentando até a popularidade; os consumidores, que ficam mais saudáveis e gastam menos; e o meio ambiente, é claro, que é ajudado por todos e pode cuidar melhor da gente.
(Será que todo mundo já parou e pensou que o protegemos para que ele nos proteja? Não fazer isso é cometer suicídio parcelado 😯 .)

Por enquanto, a organização atua em British Columbia, Colorado, Massachusetts, Montana, Nova York, Utah, Vermont e Wisconsin. Agora é torcer para que esta iniciativa apareça também no Brasil.
Na verdade, em vez de esperar, você mesmo pode promover isso na sua empresa, ou levar para outras que tem contato e também possuem esta preocupação para com o mundo 😉 .

Eu tava pensando aqui…. poderia ter também sorteio de bicicletas também né? Daí você dá pra alguém ou troca a sua, e mais uma pessoa se junta ao movimento 😀 .

Bom, agora com licença que vou pra aula. De bicicleta, claro!

fonte: planeta sustentável

Read Full Post »

Vou confessar: tenho certo medo de policiais e de pit bulls, porém esses dois aí da foto me fizeram repensar que ambas espécies podem ser reeducadas.

Java, esta cadela da raça pit bull, foi abandonada na BR-101 para ser atropelada. O Policial Militar Emanuel Sauer (da foto) recolheu Java das ruas, assim como fez com outros 15 cães de grande porte, e os mantém num canil.
Se a notícia acabasse por aí, já seria ótima. Mas tem mais! 😀
Java já participou de buscas, porém está sendo educada (pelo próprio PM Sauer) para participar de uma atividade pra lá de interessante: a pet-terapia
Pet-terapia é o tratamento baseado na convivência com animais, já há bastante tempo utilizado por diversos médicos. Eles afirmam que o contato com animais promove bem-estar, exerce influência sobre a saúde física e mental e contribui para a melhora, e até resolução, de diversas patologias. A maioria dos pacientes da pet-terapia são crianças.

Infelizmente muita gente abandona os animais que consideravam de estimação. Basta ele ficar velho, agressivo, doente ou até mesmo chato que já é motivo para ser deixado de lado, ou até mesmo morto. E podem ter certeza que o destino que queriam dar para Java era este, já que foi abandonada em plena BR-101.
Mas por outro lado, temos que nos alegrar por existir pessoas que reconhecem os animais como vidas que devem coexistir com a espécie humana, sempre em harmonia. Melhor ainda quando outro grupo promove esta coexistência.
Fica aqui um ‘parabéns’ para o PM Sauer e outro para todos que promovem a pet-terapia 😉 .

Que tal tentar? Se você tiver um amigo-animal em casa e um irmão pequeno, um primo, o filho da vizinha, alguém com síndrome de down, por exemplo, um idoso (esses são os pacientes mais comuns), ou simplesmente deseja promover a amizade animal-humano entre qualquer pessoa, convide-o para um encontro e mostre que animais são amigos, e, muitas vezes, mais fiéis que os que conhecemos.
AVISO: se o seu animal for violento ou demonstra comportamentos hostis de vez em quando, procure treiná-lo antes. Antes de ter boa vontade, procure ter consciência e certeza do que está fazendo. Em caso de dúvidas, procure um profissional.

Read Full Post »

Quem disse que garrafa pet não serve pra nada?
Garrafas de PET podem ser reutilizadas para fazer diversos tipos de trabalho artesanal, como sacolas, pastas, bolsas, cobertores, caixas, mochilas, estojos e luminárias. E acreditem, os trabalhos ficam lindos!

Pela causa e para colocar a criatividade de vocês em prática, o PREA disponibilizou um tutorial de uma caixa básica. Mas através dela já dá para pensar em milhares de coisas a mais para fazer.

O Tutorial está em tamanho A4, caso alguém queira imprimir frente/verso 😉 .

Tutorial parte 1

Tutorial parte 2

Espero que gostem e pratiquem esta idéia.

O passo a passo foi retirado do site UTSUMIArtesanato com pet. Lá vocês encontrarão mais idéias e, para quem for de São Paulo, atá mesmo começar um curso.

Abraços!

TUTORIAL Nº 2! TEM MAIS AQUI!

Read Full Post »

Que felicidade! Muita mesmo!
Como disse no post passado, hoje foi exibido o documentário Earthlings (Terráqueos) lá no Cine Metrópolis, na Ufes. Um dos responsáveis pela programação disse que se conseguissimos colocar 40 pessoas lá, no horário de meio dia, já podiamos festejar. 70 pessoas! Sim! 70 pessoas estavam lá. Então a festa foi maior ainda 😀
Realmente não era esperado essa quantidade. Nós do PREA e o pessoal do GALA agradecemos a todos que compareceram, que mudaram a agenda do dia, se atrasaram pra aula/trabalho e assistiram o documentário até o fim. Sabemos que vocês que foram estavam lá por um motivo muito forte, e não atoa, apenas de passagem.

Esperamos que o documentário tenha ensinado a vocês que somos todos terráqueos. Os animais, assim como nós, humanos, também têm o direito de estarem aqui. É claro que animais sentem e é claro que experimentam a dor. A natureza abençoou os animais com uma fonte de sentimentos para que eles sentissem.
Quando nós somos tocados pelo sofrimento de animais, aquele sentimento fala bem de nós, mesmo se o ignoramos. E aqueles que dispensam o amor pelas outras criaturas, ignoram uma parte boa e importante da nossa humanidade. Nenhum humano vai perder nada ao ser gentil com um animal.
Três forças primárias existem nesse planeta: a natureza, os animais e a humanidade, e elas devem conviver em harmonia e respeito.

Outra boa notícia é que, com este sucesso que foi, acho que mais documentários com temas afins serão apresentados lá no Metrópolis. Então fique atento ao blog, nas comunidades do GALA e do PREA e peça pra receber o email de atualização do blog. Assim não tem como você perder nada 😉

E pra você que não pode ir ou que foi e quer mais informações, os links abaixo serão muito úteis:
www.veganvix.blogspot.com
www.guiavegano.com.br
www.vegvida.com.br
www.veddas.org.br
www.direitosanimais.org
www.vidavegetariana.com
www.paredesdevidro.com
www.vista-se.com.br
www.institutoninarosa.org.br
www.sopaes.org.br
Documentário ‘Terráqueos’ para assistir.
Baixar ‘Terráqueos’.
Documentário ‘A Carne é Fraca. – parte 1’
Documentário ‘A Carne é Fraca. – parte 2’

Mais uma vez, parabéns pro GALA pela iniciativa.
E não se esqueçam que tá rolando a Semana Temática, hein! O tema desta vez é a China. Você sabe o que se passa por lá? Olimpíadas? Não não.
E já plantou sua árvore hoje? Eu já :mrgreen:

Read Full Post »

Deixem para almoçar depois, porque ao meio dia de amanhã HOJE (quinta-feira, 21), será exibido Earthlings (Terráqueos) no Cine Metrópolis (Ufes) de graça! Isso mesmo. Grátis!
O grupo GALA que está organizando a apresentação, com o apoio, é claro, do Cine Metrópolis, e nosso também 😀 .


Earthlings é um documentário estadunidense que mostra como funcionam as fazendas industriais e relata a dependência da humanidade sobre os animais para obter alimentação, vestuário e diversão, além do uso em experimentos científicos.
Compara o especismo da espécie humana com outras relações de dominação, como o racismo e o sexismo.
É narrado pelo ator Joaquim Phoenix (indicado ao Oscar por sua atuação em O Gladiador) e sua trilha foi exclusivamente composta pelo músico, mundialmente premiado, Moby.

Esperamos todo mundo lá 😉

Read Full Post »

Em uma ousada, porém coerente atitude com o seu posicionamento sustentável, o Banco Real anunciou que não financiará mais veículos para moradores da Grande São Paulo.

Segundo informações da CET, são 500 veículos novos licenciados diariamente somente na capital. Um número que não pára de crescer em razão da expansão do crédito bancário. Com prazos de financiamento cada vez mais longos, chegando em alguns casos até a absurdos 100 meses, as classes mais populares estão comprando mais veículos e abandonando o transporte coletivo.

Os congestionamentos não param de crescer e em março a cidade bateu consecutivamente vários recordes de lentidão. “Tínhamos que fazer a nossa parte, pois São Paulo não consegue comportar mais automóveis”, declarou Bruno Tozzini, diretor de marketing do Banco Real. “Não basta dizermos nos comerciais que somos amigos do planeta e na prática contribuirmos para destruí-lo. Isso é hipocrisia!”, completa.

O banco não revelou quanto deixará de lucrar com a interrupção das operações, mas calcula-se que o volume total de financiamentos de veículos na grande São Paulo supere 400 milhões de Reais por mês. Se o banco Real detinha 10% deste mercado, está deixando de financiar 40 milhões mensais. Provavelmente um custo irrisório quando compensado com os ganhos de atitude e credibilidade da marca.

—————————————————————————————–
Copiei e colei a matéria não por preguiça, hein. É porque achei muito bom o texto, fácim de ler 😉
fonte: monstroblog

[semana temática não pára]

Read Full Post »

Older Posts »